Disciplina - Arte

O Encouraçado Potemkin - Escadaria de Odessa

Bronenosets Potyomkin. Drama. Rússia, 1925, 74min, PB. Direção: Serguei Eisenstein.

Apresentando todas as características do cinema mudo tradicional, com diálogos na tela, imagens em preto e branco e trilha sonora (de Edmund Meisel) ininterrupta (sempre pontuando as cenas, com um tom sombrio nos momentos dramáticos e acordes mais agitados na tensa cena da escadaria), o filme que revolucionou a montagem tem atuações exageradas, com exceção do tocante momento em que uma mãe implora com o olhar pela vida do filho, uma fotografia sombria.

Neste trecho, conhecido como "cena da escadaria", vemos a sequência da escadaria de Odessa, começando pela câmera lenta do diretor que, em certo momento, acompanha as pessoas, realçando o desespero de homens, mulheres e crianças caídos no chão, sendo pisoteados e buscando fugir dos tiros dos oficiais. Quando as autoridades começam a atirar, num massacre repugnante que não poupa mulheres e crianças, é difícil conter a revolta, o que motiva a reação dos marinheiros do Potemkin contra as autoridades logo em seguida. Eisenstein constrói a cena com cuidado, alternando entre os planos numa dinâmica incrível e, com muita sensibilidade, nos emocionando com as imagens de uma mãe morrendo com seu filho no colo e de um carrinho de bebê descendo as escadarias debaixo de tiros. E a própria composição dos planos, com os soldados posicionados acima e as pessoas abaixo na escada, simboliza as posições de cada um na pirâmide social que imperava na época.

Palavras-chave: Cinema. Escadaria. Odessa. Rússia.

Duração: 02min29s.



* Todas as informações contidas nesse vídeo referem-se ao período de sua edição.

  • 1202
  • 0
Fechar

Campos com (*) são obrigatórios.

fechar

Copie o código abaixo e insira em sua página:


Ou compartilhe através dos sites:

Fechar

Mais Informações